sábado, 31 de julho de 2010

Dama amada

 Com palavras doentes eu me encontro... Com palavras doentes me relacionei... Me perdoe por tal traição, minha amada. Não me faço digno de sua confiança, minha senhora. Sei que ao me entregar àquelas damas vulgares me fiz fraco. Oh, dona de minhas lembranças do passado e de meus devaneios do futuro, me perdoa e me aceite... Sei que está disposta a voltar pra mim... Ceda, por favor. Volte pr'aquele que tanto te almeja... Teu doce toque, tua sutileza, teu jeito de me fazer completo e somente teu... Por alguns segundos, pois logo se vestia e saia para o dia... Ah, minha dama, não me abandone mais... Apesar de eu ter me envolvido com todas aquelas caprichosas maquiladas e excessivamente perfumadas... Me ponho aos teus pés novamente. Me aceite. Por favor, minha doce Criatividade...

Vendem-se sonhos

 Fresquinhos! Alguns ainda não foram nem realizados!!! Aproximem-se!
- Você! Moça com os olhos tristes!!! Um belo sonho de amor eterno lhe cairia muito bem!!! Ei, rapaz! O que acha de se mudar desse país??? Prados verdes te esperam em outras terras! Senhor, o que acha de terminar a vida ao lado das pessoas que lhe fazem bem?

 Minha barraca de vender sonhos... Todos doces e coloridos... Eu os tenho de sobra. Novos, velhos, usados... Mas todos ainda funcionam. Venha conferir.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

O Sol e a Lua

 Façamos um eclipse eterno, então.

"Um sol
Com a cabeça na lua
A lua que gira, que gira, que girassol"

"Em outro tempo, outro lugar..." (Sonhos)

 As coisas mais belas nunca são mostradas ao "mundo conhecido"... O motivo? Elas estão todas escondidas! Há gente que acredite que por egoísmo... É, pode até ser... Mas eu vejo como se fosse uma forma de de protegê-las. De não expô-las a esse mundo velho cheio de pessoas poluídas! É! Meus sonhos podem perder a pureza e a beleza se forem expostos ao maldito clichê de "mundo cruel e invejoso" que nós estamos acostumados desde que nascemos...


Agora... Cinco deles irei mostrar... Peço que os respeite, pois eles te respeitam. Cinco... Cheios de cores e poesia... Cinco... Tal qual mãe orgulhosa eu os olho e admiro... Vieram de mim... Meus sonhos...


ABCDE

O sonho A é meu primogênito. Sonho forte e corajoso capaz de derrubar preconceitos. Esse sonho é o sonho de algum dia poder viver fazendo o que realmente gosto de fazer (fotografar / escrever), e ser reconhecida por isso.

O sonho B é como uma criança mimada... É o sonho de manter todos os que eu gosto perto de mim... É um sonho egoísta, porém muito bonito e bom.

O sonho C é que me faz ser o que sou e ter orgulho disso. O sonho que eu tive quer ir buscar lá na Terra do Nunca, o que ainda me faz ter prazer em assistir desenho, em comer sem preocupação com o peso, o que me permite brincar... O sonho de jamais "crescer" para me tornar uma adulta triste e solitária.

O sonho D é o que me faz ter coragem para combater a opressão e lutar por um país melhor. O que me faz ter orgulho de ser brasileira, não só durante a Copa, mas o tempo todo. O sonho de, de alguma forma, ajudar a mudar esse país tão bonito, porém, tão maltratado.

O sonho E é o mais novo... Um bebê ainda... E como todos os bebês, ele tem algo de sagrado que faz com que todos(tá bom, nem todos) o olhem e sorriam para ele... Eu o olho com orgulho... É o sonho de casar e ter uma família... Meu sonho de casar e ter uma família... Meu sonho mais novo... Vida longa ao meu sonho mais novo!

Agora está na hora de guardá-los para que eles não sejam tocados pela gélida mão do triste mundo... Em um mundo tão opaco tantas cores chamam a atenção, sabe...

/\ TEXTO MEU

Bem, quem me propôs isso foi a Raiza...

A proposta é o seguinte: passar isso para cinco sonhadores para que eles deixem seus sonhos tomarem um pouco de ar.

Anderson: http://ptaah-knnemu.blogspot.com/
Amanda: http://heeymandy.blogspot.com/
Felipe: http://playaugustos.blogspot.com/
Medye: http://andandocomestranhos.blogspot.com/
Ádara: http://adaradeagda.blogspot.com/

Perto...

 Tudo em volta não parece perto... Certo é estar perto sem estar...
 Mais um texto sobre um amor que durará para sempre... Já houveram outros... Mais um... Apesar do amargor da realidade... Não gosto de pensar em "mais um amor"... Prefiro imaginar "O Meu Amor" de verdade... "E em meio àquela multidão, eles se procuravam... Por vezes achavam que haviam se encontrado... Para descobrir que era só mais uma ilusão... Um breve vislumbre de tudo que estava por vir... Quando, por fim, eles se encontraram, e pararam de procurar..."



"Deixa eu te ninar, deixa eu perder meus dedos nos teus cabelos..."